Header Ads

Dana White descarta MacDiaz 3, e garante que Conor x Feguson é a luta a ser feita

____________________________

Dana White descarta trilogia com Diaz, e garante Conor x Feguson como a luta a ser feita


Nesse último sábado (dia 7), no evento principal do UFC 216, o descendente de mexicanos, Tony Ferguson, derrotou Kevin Lee e conquistou o cinturão interino da divisão dos leves, além que quebrar o recorde da maior sequência de vitórias da categoria (dez ao todo). Logo após o feito, "El Cucuy" não hesitou em intimar o campeão linear para uma unificação de título, o irlandês Conor McGregor.

Questionando sobre logo após a edição, Dana White (presidente do UFC) garantiu que se depender dele o próximo confronto do "notório" não será contra o russo Khabib Numagomedov, muito menos uma terceira luta com Nate Diaz, mas sim Ferguson. De acordo com White, essa é a luta a ser casada. No caso, essa seria a primeira vez que McGregor defenderia um título em sua vida. O lutador já conquistou dois cinturões no evento europeu Cage Warriors, e mais dois no Ultimate (pena e leve), porém, nunca fez uma defesa contra algum desafiante. 

Em entrevista, White também deixou claro que os rumores do encerramento da trilogia entre McGregor e Diaz é papo furado. Apenas boatos e suposições  feitos na internet, e que não condizem com os planos da organização.

“Você tem o campeão e o campeão interino, essa é a única luta a ser casada agora. Não é verdade (que o Diaz pode enfrentar o Conor novamente). Nunca tivemos uma conversa sobre isso. McGregor quer lutar de novo esse ano. (Após a luta contra o Floyd Mayweather) nós fomos comemorar em Ibiza por um tempo e voltamos pra casa. Você tem que deixá-lo curtir um pouco e aí vamos tentar decidir sobre o futuro”.


“Eu já disse milhões de vezes: Conor McGregor nunca negou uma luta. Ele inclusive me disse que iria para a Rússia enfrentar o Khabib. Conor não recusa lutas. Então não é questão de “Ah o Conor não quer enfrentar o Ferguson”. Obviamente, o Conor teve a oportunidade de fazer muito dinheiro e eu senti que deveria pelo menos tentar fazer essa luta aconteceu e foi o que fizemos. Porém, eu gostaria de voltar aos negócios e ver algumas defesas de título”.


Fonte: Combate