Header Ads

Resultado da luta: Yoel Romero x Robert Whittaker - UFC 08/07/2017

____________________________

Resultado da luta: Yoel Romero x Robert Whittaker - UFC 08/07/2017


Whittaker começou no ataque, com chutes na linha de cintura e no alto. Romero logo respondeu na mesma moeda, mas nenhum dos dois conectou. O australiano teve o primeiro golpe certeiro, um cruzado no contragolpe, mas Romero respondeu pouco depois com um pisão no joelho que desequilibrou o adversário. Whittaker parecia ter o tempo certo da entrada dos golpes, mas Romero ameaçava com a potência de seus movimentos. O cubano foi nas pernas e derrubou o australiano, mas Whittaker fez como na luta contra Ronaldo Jacaré, calmamente se livrou da posição incômoda e se levantou de novo. Romero levou perigo com uma joelhada voadora, mas Whittaker voltou a levar a melhor em pé, com alguns socos que tocaram o rosto do adversário. Romero, por sua vez, parecia disposto a engolir os melhores golpes do oponente para que ele se aproximasse o suficiente, o que facilitaria suas quedas. Whittaker, porém, defendeu tudo, e ainda levou perigo com um chute alto no final do primeiro round.

Resultado da Luta: Yoel Romero x Robert Whittaker - UFC 08/07/2017 

No intervalo, Whittaker confessou aos seus treinadores que sua perna esquerda estava comprometida pelos pisões de Romero. Ao voltar para a luta, o australiano pareceu ter mais cautela por conta disso. Romero logo o derrubou no centro do cage com um double leg, e tomou posição por cima. Whittaker conseguiu impedir que o cubano avançasse a posição e se levantou, mas seguiu com o adversário agarrado e ameaçando derrubá-lo novamente, até o árbitro John McCarthy separá-los por falta de atividade. Os dois esquivaram cruzados perigosos no minuto final, e Romero ainda obteve uma queda nos últimos segundos para garantir o round.

O terceiro assalto começou com mais estudo entre os dois. Whittaker tomou o centro do cage e a ofensiva. Um direto de direita balançou Romero e a torcida se empolgou, mas o cubano logo escapou da pressão do adversário e se recuperou. Whittaker passou a apostar em pisões na cintura e no chute alto, enquanto Romero pouco atacava. Suas entradas de queda foram facilmente rechaçadas pelo australiano, e ele parecia tentar preservar o gás para o restante da luta. Whittaker, contudo, não se arriscou muito por medo de um contragolpe, e só acertou um bom cruzado de esquerda no soar da sirene.

Romero voltou a buscar o ataque no quarto período. Após tentar um cruzado e levar um chute na costela, o cubano foi nas pernas de Whittaker e, apesar de não obter a queda, o agarrou pelas costas e passou a pressioná-lo junto à grade. O australiano foi mais uma vez paciente e escapou da posição ruim. Ele rechaçou outra entrada de Romero em seguida, e voltou a pontuar com cruzados e chutes. O cubano começou a se frustrar ao falhar em sucessivas entradas nas pernas, e ficou claro que Whittaker tinha mais recursos que ele em pé. O australiano atingiu o adversário com um duro upper e bons cruzados e diretos nos minutos finais do round.

Os dois lutadores se cumprimentaram no início do assalto derradeiro. Whittaker acertou primeiro, com um cruzado de direita. Ele conectou também uma dura joelhada e mais alguns bons ganchos, mas Romero mostrava ter queixo duro, e seguia lutando e jogando cruzados perigosos. Isso empolgou a porção hispânica da plateia, que puxou um grito de "Romero". O cubano cresceu com o apoio da torcida, mas Whittaker, mesmo cansado, conectava mais golpes. A luta estava equilibrada, quando Romero tropeçou na perna de Whittaker, que mergulhou dentro de sua guarda e tratou de jogar golpes curtos e mantê-lo com as costas no chão para garantir a vitória. Mesmo no chão, os dois trocaram golpes até o final e foram aplaudidos pela torcida.

Saiba mais: Combate