Header Ads

Mousasi chama Weidman de arrogante e Bisping de "fraco"

____________________________

Mousasi chama Weidman de arrogante e Bisping de "fraco"


Atual quinto colocado no ranking dos pesos-médios do UFC, o armeno-holandês Gegard Mousasi, decidiu adotar uma postura diferente de um tempo pra cá. Extremamente conhecido por ser fechado e de poucas palavras, o lutador passou exercitar melhor suas declarações públicas. 

Além de criticar recentemente o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Em entrevista, o top 5 também afirmou que acabará com seu próximo oponente por via rápida (nocauteando ou finalizando):

“Ele (Weidman) é um lutador sólido, é bom em tudo, mas não é ótimo. Ele não é tão explosivo, não é tão rápido. Vou apagá-lo, prometo. Sei que ele é um cara confiante, ele é arrogante algumas vezes. Acho que ele me subestima”.

Questionado sobre uma possível disputa de título da divisão até 84 kg, contra o campeão Michael Bisping, o Gegard fez pouco caso. Revelando que na verdade, prefere antes enfrentar os melhores da categoria que estão no top 4 (Jacaré, Romero, Rockhold e Weidman) e que comparado a eles, Bisping seria o mais "fraco".

“Quem se importa com o cinturão? Posso enfrentar os melhores caras que não tem o cinturão. E depois posso enfrentar Michael Bisping, que acho que é o cara mais fraco, pelo cinturão. Do top 4 da divisão, ele é o mais fraco”.

Mousasi tem luta marcada contra o ex-campeão dos médios, Chris Weidman, no co-evento do UFC 210, em Buffalo (EUA), dia 8 de abril.

Fonte: Super Lutas