Header Ads

Bisping ameaça enfrentar Romero caso St-Pierre não assine logo a luta de julho

____________________________

Bisping ameaça enfrentar Romero caso St-Pierre não assine logo a luta de julho


Parece que o atual campeão dos médios do UFC, o inglês Michael Bisping, andou ouvindo alguns rumores de seu próximo desafiante, o canadense ex-campeão dos meio-médios Georges St. Pierre, está planejando adiar a disputa de título para outubro ou novembro.

Porém, Bisping deixou claro em suas redes sociais que irá lutar na edição numerada do UFC 213, em Las Vegas, no dia oito de julho:

“Parece que Georges St-Pierre está tentando adiar para depois de 8 de julho a nossa luta. Ouvi rumores agora há pouco que ele estaria pretendendo me enfrentar em setembro ou outubro – o UFC me confirmou essa história também. Mas eu vou deixar uma coisa bem clara: se GSP quiser esperar até setembro ou outubro, ele que ache outro adversário, porque eu dou as cartas aqui. Sem querer parecer um babaca, mas o cinturão é meu. Sou o campeão e não pretendo ficar sentado até setembro ou outubro. Essa luta foi discutida em janeiro, e você sabe que o camp de treinamento dura oito semanas ou seis semanas. Lutar em setembro ou outubro é ridículo. Oito de julho é a data. Pode ser que eu seja um pouco flexível e esteja disposto a ir um pouco além deste dia, se for necessário. Mas eu quero lutar na International Fight Week, em 8 de julho. Portanto, Georges St-Pierre, dê seu jeito. Pare de fazer essa p*** de ginástica, pare de dar mortais carpados ou o que quer que aquilo seja. Vamos lutar! Assine os papeis. Você quer. Você foi à coletiva, falou muito. Assine a droga dos papeis. Simples assim.”

"O Conde" também deixou claro que estará disposto a enfrentar o top 1 da categoria, o cabano Yoel Romero, caso St-Pierre realmente escolha por mudar a data do confronto pelo cinturão peso-médio.

“Se ele não estiver pronto, acho que Yoel Romero receberá a disputa de cinturão. Eu não tenho medo de Yoel Romero. Se GSP quiser lutar, então é claro que temos um grande evento aí. Essa luta movimentará muito dinheiro, mas não quero ficar parado esperando. Não é ele que decide nada. Eu sou o campeão. Não vou esperar um ano até que Georges St-Pierre queira me enfrentar. Posso fazer duas lutas neste período de um ano e ganhar a mesma coisa.”

Fonte: Combate