Header Ads

St-Pierre assina contrato e oficializa retorno ao UFC

____________________________

St-Pierre assina contrato e oficializa retorno ao UFC


Após quatro anos afastado dos octógonos o ex-campeão do meio-médios e uma das estrelas mais populares do UFC está de volta. Nesta sexta-feira (dia 17), o presidente do UFC, Dana White, confirmou oficialmente que um acordo foi assinado e o lutador canadense retorna a lutar no evento ainda neste ano.

“Ele está de volta. Estou empolgado. Trabalhamos nisso por um bom tempo e finalmente chegamos a algo. […] Ele pode enfrentar o vencedor de Tyron Woodley e Stephen Thompson, ou pode enfrentar o Michel Bisping [campeão dos médios (84 kg). Ele também falou que pode lutar até 70 kg, que pode bater esse peso. Mas não faço ideia de quando ele lutará. Não temos nada planejado”.

Nenhum possível próximo adversário foi confirmado ainda. Entre os nomes estão super lutas como: Michael Bisping, Anderson Silva, Tyron Wodley.... Esse último que está com confronto marcado para 4 de março, data em que tentará defender seu atual título (que já pertenceu a GSP) em revanche contra Stephen Thompson no evento principal do UFC 209, em Las Vegas (Nevada).

White cogitou sobre:

“(Seu adversário) Pode ser o vencedor entre Tyron Woodley e Stephen “Wonderboy” Thompson, ou pode ser o Michael Bisping. Georges também falou em lutar no peso-leve. Ele disse que pode bater o peso. Mas eu não tenho ideia de quem ele vai enfrentar agora. Nós não temos nada marcado e literalmente não falamos com ninguém sobre isso”.

Um dos campeões com umas das maiores dominâncias no MMA, St-Pierre anunciou sua aposentadoria em 2013, no UFC 167. Após um confronto disputado de cinco rounds contra Johny Hendricks e com um resultado extremamente polêmico onde diversos especialistas e fãs apontaram a vitória do desafiante ao invés do campeão, indo em divergência mais uma vez com os juízes laterais. Uma das figuras que apontaram a vitória de Hendricks foi o próprio Fana White, que disse na época não tem enxergado o triunfo do canadense.


Fonte: Combate