Header Ads

White bate o pé: “McGregor pega o vencedor de Khabib x Ferguson”

____________________________

Dana White bate o pé: “Conor McGregor pega o vencedor de Khabib Nurmagomedov x Tony Ferguson”


Neste sábado (dia 25), em entrevista, Dana White (presidente do UFC), bateu o martelo para o futuro de Conor McGregor, e sua próxima luta no Ultimate.

De acordo com a declarações de Dana, o irlandês, que é o atual campeão linear dos pesos-leves da organização, deve enfrentar o vencedor do co-evento principal do UFC 209, entre o russo Khabib Nurmagomedov e o americano Tony Ferguson.

Questionado sobre como estaria a negociação entre McGregor e Floyd Mayweather para que os dois façam uma superluta de boxe, o dirigente do evento disse que o ponto é “nenhum”.

“Não chegamos a lugar nenhum sobre a luta entre Conor e Floyd. Conor treina com quem quiser, ele tem sua própria equipe. A questão é de quantos milhões de dólares estamos falando. Esse cara pode ganhar de 30 a 60 milhões. Eu espero que a sua próxima luta seja no UFC, no MMA, contra o vencedor de Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson. Khabib e Tony se odeiam, e vamos esperar que não tenhamos problemas na encarada (risos). Vai ser uma luta incrível, com dois caras muito duros. É o duelo do número um contra o número dois do mundo. O que mais se pode esperar além de uma grande luta?”

Também decorrente do descrédito e desconfiança que grande parte dos fãs têm sobre a performance de Conor contra Nurmagomedov, que vem com uma das maiores invencibilidades do MMA (24 vitórias e 0 derrotas na carreira) e com wrestling de elite que poderia dar muita dor de cabeça ao striker que é McGregor, White não se disse surpreso.

Do ponto de vista dele, “O Notório” sempre foi desacreditado por até uma grande fatia da mídia especializada na maioria de seus combates. E hoje se encontra como o único atleta da organização a ter conquistado dois cinturões em categorias distintas.  

“As pessoas desconfiam de Conor McGregor desde sua primeira luta no UFC. Khabib é incrível, e muito duro, mas Conor vem enfrentando a desconfiança desde o início, e conquistou dois cinturões”.

Fonte: Combate