Header Ads

Aldo analisa Holloway: “Bem agressivo e perigoso”

____________________________

Aldo analisa Holloway: “Bem agressivo e perigoso”


O brasileiro campeão dos penas enfrenta o havaiano Max Holloway no dia 11 de junho, no UFC 212, no Rio de Janeiro. Aldo Comentou sobre as últimas provocações do detentor do cinturão interino dos penas, analisou a envergadura maior de seu próximo oponente, porém, ainda não enxerga “O abençoado” como um lutador completo.

Em entrevista, Aldo disse:

“Ele é um atleta alto sim, mas tenho uma boa envergadura também. Então, se não empata, são poucos centímetros que têm de diferença. Na altura ele pode levar alguma vantagem, mas não o vejo um atleta especialista em alguma habilidade. Ele é um bom kickboxer, é versátil em cima de disso, mas tem um jiu-jítsu mais ou menos. Não é um atleta completo, mas é bem agressivo e perigoso”.

A edição numerada 212 do Ultimate acontecerá no Rio de Janeiro (capital), casa de José Aldo. As três vezes que Aldo lutou no Brasil representando o UFC foram na cidade maravilhosa. O campeão linear da faixa de peso até 66 kg, frisou que é sempre se apresentar em seu país de origem.

“Lutar no Brasil sempre tem um gosto especial, lutar para os fãs brasileiros, para os seus amigos, onde você treina, onde você mora, tem um fator diferencial nisso. Fico bem feliz, e sei que tem 99% de chegar lá dentro e vencer”.

Fonte: Giro Combate