Header Ads

Aldo não acredita em Holloway: "Não vejo onde ele possa me vencer"

____________________________

Aldo não acredita em Holloway: "Não vejo onde ele possa me vencer"


Neste sábado, Max Holloway mostrou ao mundo do é capaz, nocauteou Anthony Pettis no terceiro round do evento principal do UFC 206, em Toronto (CAN), e perguntou por onde anda Aldo.

Em coletiva com diversos veículos de imprensa especialazada no MMA, o brasileiro fez uma análise de como foi seu ano de 2016 e reforçou ser o verdadeiro campeão liner dos penas, sendo que McGregor ao conquistar o título em dezembro de 2015, no UFC 194, nunca mais retornou a categoria para defendê-lo.

"O ano foi ótimo. Me tornei campeão de novo, como era normal. Campeão é aquele que ganha e defende o cinturão, não com um golpe de sorte que você tem. Já vi isso acontecendo com Georges St-Pierre, quando perdeu o título e, quando teve a revanche, o campeão ganhou. Continuo sendo campeão, foi um ano ótimo, venci bem o Frankie Edgar e estou onde sempre quis e mereço estar, sendo campeão".

Questionado se assistiu o duelo entre Holloway e Pettis, onde o havaino se sagrou campeão interino, Aldo negou. Disse que já previa o resultado da luta, afirmou superioridade ao seu próximo oponente, considerou o "Abençoado" apenas mais um lutador normal e confirmou que a unificação dos cinturões será em 11 de fevereiro, no UFC 208.

"Não foi fácil, mas o Pettis está em decadência, então já esperava que o Holloway tinha grandes chances de vencer a luta. Não parei para estudar (o Holloway) ainda, mas luta é luta, lógico. Ele procura jogar mais em pé, mas, para mim, não tem problema nenhum, porque não vejo onde ele possa me vencer. Em pé, no chão, wrestling, nada. Ele tem um volume grande de vitórias, mas contra caras sem expressão nenhuma. Agora pegou o Pettis na segunda luta dele no peso-pena. Não sei onde ele achou que ele é isso tudo. Para mim é mais um lutador normal e que eu sabia que tinha uma possibilidade muito grande de lutarmos e vai acontecer".

Fonte: Combate