Header Ads

Ferguson: "Foi do jeito que eu quis, Dos Anjos não me ofereceu risco"

____________________________

Ferguson: "Foi do jeito que eu quis, Dos Anjos não me ofereceu risco"


Tony Ferguson anotou mais uma importantíssima vitória em seu cartel neste fim de semana ao bater por pontos o ex-campeão dos leves (70 kg) Rafael dos Anjos na luta principal do UFC México. O americano conseguiu impor seu jogo e, apesar de ter perdido dois dos cinco rounds, afirmou que sequer sentiu a pressão do brasileiro durante todo o duelo.

Em entrevista ao site, Ferguson revelou uma conversa que teve com seus treinadores durante a luta. O americano também afirmou que queria deixar o combate fluir de maneira completa para poder sentir o poder de fogo do ex-campeão.

“Foi do jeito que eu quis que fosse. Sinceramente, eu estava lá atrás pensando que queria finalizá-lo no segundo round, mas eu realmente queria me testar. Eu queria testar minha durabilidade e ver como o camp de treinamentos em Big Bear havia funcionado para mim. RDA não representou nenhuma ameaça para mim. Eu não me senti em perigo nenhuma vez. Meu treinador Eddie Bravo me disse que eu falei para ele que iria quebrar a canela dele (Dos Anjos). Depois, outro treinador me disse para ter certeza de acertar a canela dele também. Depois que comecei a fazer isso eu vi a cara dele estremecer de dor a cada vez que eu defendia seus chutes baixos. Ele não queria estar mais comigo no octógono. E eu queria fazer cinco rounds e ter certeza que toda a categoria sabem exatamente quem eu sou”, afirmou o americano.

Ferguson chegou a nove vitórias seguidas na divisão dos leves do UFC. Mas ao que parece o americano não está pensando em assumir o comando apenas da sua categoria. Ele garantiu que pode atuar ainda pelos penas e pelos meio-médios (77 kg).

“Existem duas divisões que eu adoraria poder entrar. Eu pesei 69 kg na pesagem e pesei de calças. Eu posso ir para os 66 kg. Posso chutar o traseiro de todos lá. Posso voltar aos leves e finalizar todo mundo lá e posso ir aos 77 kg e fazer a mesma coisa. Quero ser um campeão de várias divisões”, disse.

O atual campeão dos leves é o também americano Eddie Alvarez. Ele terá pela frente o irlandês Conor McGregor nesse sábado (12), em luta a ser realizada em Nova York.