Header Ads

Aldo: "Nunca deixei de ser campeão"

____________________________

Aldo: "Nunca deixei de ser campeão"


Nó último fim de semana, José Aldo foi agraciado por uma excelente notícia. O até então campeão da categoria, Conor McGregor, vagou o cinturão dos penas após conquistar seu segundo título na organização. O brasileiro que era campeão interino (façanha conquistada no UFC 200, sobre Frankie Edgar), se tornou automaticamente o campeão linear de detentor da cinta da categoria.

Em entrevista, Aldo disse que já aguardava que essa mudança fosse acontecer e que sempre se considerou campeão (mesmo perdendo o título em dezembro de 2015, no UFC 194):

“Já sabia que isso aconteceria. Para mim, nunca deixei de ser campeão. Perdi aquela luta por causa de uma fatalidade. Sabia que venceria uma revanche, voltaria a ser campeão. Não tenho culpa de ele ser um cara tão frouxo, que nunca foi campeão. Não me vejo perdendo para ninguém dessa categoria ou de alguma outra”.

Após recuperar o cinturão de sua categoria, Aldo, não parece estar satisfeito em nunca mais enfrentar o irlandês. E já tem em mente sua revanche com McGregor:

“Lógico que penso nessa luta, é certo que vai acontecer. Quero defender meu cinturão primeiro, aí depois já começo a planejar como vai ser essa luta”.

Porém, antes disso o brasileiro deverá o vencedor do duelo entre Anthony Pettis e Max Holloway, que acontece no evento principal do UFC 206, que será a disputa do cinturão interino até 66kg.

“Não vejo nenhum problema, vou estar preparado para quem vencer. Lógico que o Pettis tem mais nome, já foi campeão, seria uma luta maior. Mas se for o outro também não tem problema, vou vencer de qualquer jeito”.

Fonte: UFC.com.br