Condit cogita aposentadoria: "Não sei se posso mais"

____________________________

Condit cogita aposentadoria: "Não sei se posso mais"


O olhar de Carlos Condit na coletiva de imprensa em Vancouver, poucos minutos após sofrer a derrota mais rápida de sua carreira, falava mais do que suas próprias palavras podiam: uma mistura de incredulidade com decepção e resignação, após ser finalizado em apenas 1m52s por Demian Maia no UFC. Mesmo assim, o ex-campeão interino dos pesos-meio-médios foi bastante sincero ao tentar descrever com palavras a sensação que estava sentindo após 14 anos de carreira no MMA e sua quinta derrota nas últimas sete lutas.

"Não sei se posso lutar mais neste nível. Estou nisso há muito tempo, e a pressão de ser um dos caras no topo por quase uma década... Tem sido incrível, amo estar envolvido nesse esporte por tanto tempo, fazer o que amo para viver por tanto tempo, mas não sei se mereço mais estar aqui. Veremos - comentou Condit".

Apesar de ter apenas 32 anos de idade, Condit já tem 40 lutas profissionais de MMA nas costas. Apelidado de "Assassino por Natureza" por seu estilo agressivo de sempre buscar o nocaute, o americano de Albuquerque esteve em lutas muito sangrentas por toda sua carreira, o que conquistou a simpatia dos fãs, mas que também começa a cobrar seu preço na saúde do atleta. Por isso, o lutador admitiu que está pensando seriamente em pendurar as luvas.

"Eu ainda tenho (paixão pelo esporte), alguns aspectos eu sou apaixonado, amo a preparação, trabalhei muito duro neste camp. Sinceramente, tive uma carreira dura com muitas lutas que fiz, apanhei demais. Não sei se aguento levar mais golpes, sinceramente - encerrou, com um sorriso amarelo no rosto".


Share on Google Plus

About Writer

UDMM - Mundo das Lutas - Eventos do UFC, Notícias e muito mais - Desde 2014.