Tyron Woodley quer "luta do dinheiro" contra Nick Diaz

____________________________

Tyron Woodley quer "luta do dinheiro" contra Nick Diaz


 Logo após surpreender e nocautear Robbie Lawler no primeiro round do evento principal do UFC 201, neste sábado, em Atlanta (EUA), o novo campeão dos pesos-meio-médios, Tyron Woodley, foi colocado frente a frente com o primeiro colocado do ranking da categoria, Stephen Thompson, que pediu uma chance de desafiá-lo. Woodley, no entanto, lembrou uma declaração do “Wonderboy” de que preferia enfrentar Lawler numa potencial disputa de cinturão, e afirmou que está mais interessado em enfrentar Nick Diaz.

“Acho que você disse que queria enfrentar Robbie Lawler, e você vai ter a chance de enfrentar Robbie Lawler. Nick Diaz sai de sua suspensão em dois dias. Ele é a luta do dinheiro. Eu estou neste jogo há tempos, sou das antigas. Quero ganhar uma grana preta, então se ele quiser lutar em agosto junto com seu irmão Nate Diaz (no UFC 202), acho que eu e ele podemos nos enfrentar no evento. Não estou lesionado. Agosto, estou pronto, 202. Vamos ganhar dinheiro. Acho que ele merece. Acho que ele colocou bundas o suficiente na plateia para merecer ganhar essa grana.”



 Woodley também ofereceu outra possibilidade na coletiva de imprensa pós-luta: um combate contra Georges St-Pierre, campeão que teve maior longevidade na história da divisão meio-médio no UFC, em 12 de novembro, no evento programado para o Madison Square Garden, em Nova York. GSP está parado desde 2013, quando deu um "hiato" no esporte e abriu mão do cinturão mesmo sem ser derrotado dentro do octógono, mas vem declarando que está pensando num retorno ao MMA.

“Eu tecnicamente acabei de derrotar o melhor peso-meio-médio do mundo. Não era um cara fora do seu auge. Esses caras são lendas. Nick Diaz é top 5 no peso-meio-médio em todos os tempos. Georges St-Pierre é o peso-meio-médio número 1 nos meus olhos. Se sou um atleta nesta divisão e quero dizer que sou o melhor do mundo, acho que tenho que competir com esses caras. Não sinto nenhuma obrigação de seguir o ranking. Quero fazer lutas de dinheiro.”

 Woodley complementou:

“Quero ganhar dinheiro. Tenho que ser sincero. O objetivo número 1 era ser campeão mundial dos pesos-meio-médios, mas eu dediquei muito tempo e fiquei longe da família demais. Este é um esporte no qual podemos fazer dinheiro agora, em vez de dizer que alguém mereceu e trabalhou seu caminho pelos rankings.”

Share on Google Plus

About Writer

UDMM - Mundo das Lutas - Eventos do UFC, Notícias e muito mais - Desde 2014.