Conor McGregor x Dennis Siver - Vitória com desprezo e provação a Jose Aldo: "Brasileiro Magrelo da Favela"

____________________________

  McGregor x Dennis Siver - UFC 18/01/2015 Combate

  Mc Gregor x Dennis Siver - UFC 18/01/2015

 

Quando José Aldo se vestiu de rei, antes do inicio do UFC de ontem, isso não significou apenas que ele queria mostrar que é o rei dos pesos-penas e que ele, o irlandês Mc Gregor, era o bobo da corte. Isso significa também que o excesso de provações de Mc Gregor o atingiu.

Mas essas provações ainda não havia chegando ao ponto máximo, pelo menos até ao fim da luta de ontem. Depois de dominar a luta contra Dennis Siver, que mesmo sendo um grande vencedor no UFC, e 10 anos mais experiente, parecia timido e predisposto a aceitar que a vitória seria mesmo do falastrão irlandês.
Se foi isso ou não, o fato é que Mc Gregor dominou o combate e no segundo round o juiz teve que intervir para acabar com o massacre.

Após a vitória e o devido anuncio oficial do vencedor, ele, como um cão raivoso pulou o octogono e partiu para cima de Jose Aldo, que assistia a tudo na plateia bem proximo. Todos achavam que ele iria bater mesmo no nosso campeão, tanto que os seguranças chegaram a ficar em sua frente. Mc Gregor não demonstrou nenhum respeito pelo seu oponente após a luta, e assim que pegou o microfone, após a luta e durante a coletiva à imprensa no pós-luta, falou demais, tanto que o brasileiro que se sentir ofendido não estará fora de sua razão.
Ele disse tinha vontade de "matar" Jose Aldo, que só se conteve por medo de ser multado por briga fora do octogono.

Mas quem pensa que essas coisas estão afetando José Aldo a ponto de prejudica-lo quando encarar o irlandês provalemente lá na Irlanda, está muito engando.  José Aldo manteve o sorrido e pode esperar que vai responder às provações à altura, assim como tem feito. Mas de qualquer forma afeta, mas a nossa esperança é que tudo isso sirva de motivação para vencer. Resta saber se ele perder para Jose Aldo vai ficar com essa marra toda ou vai ficar pianinho, assim como aconteceu a Chael Sonnen, que alem de tomar pau e mais pau de Anderson Silva ainda fez grandes inimizades no mundo do MMA. Será que  historias valem a pena ser lembrada?                                                            
Veja algumas partes de fala de Mc Gregor na entrevista pós-luta:

Apenas vi sua cabeça brasileira magricela e pensei, o que ele está fazendo sentado na primeira fileira? Pulei a grade e aí acharam que eu tinha ido ver minha namorada (que estava sentada próxima a Aldo), devem ter achado que sou romântico (risos). Mas eu queria matar aquele pequeno brasileiro. Mas Pat, braço direito do Lorenzo (Fertitta, coproprietário do UFC), interveio e eu o agradeço, porque eu gosto de dinheiro, e quando lutas acontecem do lado de fora do octógono, eles tiram seu dinheiro. Quero manter meu dinheiro. (...) Olhei para a plateia e o José estava com um pôster com minha cara fantasiado de coringa. Não sei que diabos é aquilo. Eles todos acham que é só diversão, mas não estou brincando aqui. A única coisa que me impediu de bater no José e arrebentá-lo ali na plateia foi o dinheiro, porque amo o dinheiro" - Disse o Falastrão

Sobre o fato de José Aldo não entrar no octogono, como estava previsto,  mas desistiu depois da cena patética que  aconteceu após a luta e por ter algumas supertições, o irlandês falou: 

- Superstições e rituais. "Preciso usar minha cueca da sorte", "Preciso de minha calça da sorte ou não posso lutar", "Preciso que certas coisas aconteçam para a luta acontecer". Superstições e rituais, para mim, são outras palavras para medo. Ele devia ter entrado na p*** do octógono. Entre e diga o que tem a dizer. Ele segue dizendo todas essas coisas, mas, cara a cara, ele não diz nada. Só sei isso.

Em relação a origem humilde de José Aldo, Mc Gregor falou, após desclassificar todos de sua categoria:

- Não sei, só vi um brasileiro magricelo. Eles todos (pesos-penas) parecem pequenos para mim. Bater este peso é trabalho duro, mas eu o faço da forma correta, o faço profissionalmente. Quando estou lá dentro contra esses caras, eles são pequenos, não se destacam, eles parecem tímidos. Olhando para ele, ele parecia só um brasileiro magricelo da favela. Só isso, igual a como o Diego (Brandão) pareceu, como um menino de 12 anos. Acho que, quando nós colidirmos, ele vai cair - afirmou McGregor, que, numa entrevista à TV americana, garantiu que vencerá o brasileiro por nocaute, "ou em quatro minutos, ou no quarto round".
UDD MMA - Com ajuda de Combate
Obs: Não podemos publicar o video aqui. Por favor, acesse a nossa página de MMA - Compartilhamos o video da luta lá



Share on Google Plus

About UDMMA - Mundo das Lutas

UDMM - Mundo das Lutas - Eventos do UFC, Notícias e muito mais - Desde 2014.